Follow by Email

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

O coração e a razão

Talvez o diálogo mais complexo de todos os tempos. Me sento à frente da tela quase em branco para justificar a mim mesmo a ausência deste local meu e de quem quiser com o qual marquei um encontro diário no começo do ano. Mas este era o plano da razão. Quando isto ocorreu eu estava no Rio de Janeiro, minha linda cidade natal, entre matas e mares, entre amigos e abraços. 





     Havia deixado para trás minha doce e forte Valéria com a mãe. Une main de fer dans un gant de velours, como disse uma amiga nossa sobre minha querida esposa. Sofrendo, como havia sofrido nos últimos seis meses de dores terríveis causadas por uma hérnia de disco. Neste último fim de semana ela foi finalmente operada e alívio preenche meu ser. Maharishi Mahesh Yogi, o fundador da Meditação Transcendental diz que homem e mulher que convivem e fazem tantas coisas juntas acabam formando um único sistema nervoso.
     Supremo diálogo entre paradigmas. Entre o feminino e o masculino, tanto externamente, entre homem e mulher, quando internamente, entre a razão cartesiana, fria, metódica e neutra, e os ditames do coração, quentes, ilógicos e carentes.
     Este episódio ficando para trás, amanhã o tema é exatamente este. A revolução qualitativa. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário